O Remo enviou um ofício à Federação Paraense de Futebol (FPF) pedindo aumento da liberação da capacidade dos estádios para 50%. Atualmente, o Baenão está liberado para até 30% e, segundo o clube, isso tem gerado prejuízo nas realizações das partidas pela Série B do Brasileiro.

Até o momento, o Remo teve presença da torcida contra Náutico e Vila Nova. Em ambas as partidas, o clube divulgou saldo negativo na renda dos jogos, com custo operacional elevado por causa das medidas impostas para o cumprimento dos protocolos da volta do público.

Foram contratados 40 orientadores para que as regras fossem cumpridas tanto dentro, quanto fora do Baenão. O Remo ainda enfatiza que, por causa dos valores elevados dos ingressos para cobrir os custos, muitos torcedores optaram por não irem aos jogos.

Além do aumento da capacidade, a diretoria azulina fez mais dois pedidos: a permissão para o acesso de crianças acompanhadas dos pais ou responsáveis e a liberação de bebidas alcoólicas dentro do estádio.

Fonte: G1
Foto: Thiago Gomes