Amor de Mãe voltou ao ar nesta semana. Nesses primeiros dias, a novela vai rememorar o que aconteceu na primeira parte. E será possível verificar que a trama de Manuela Dias é uma das que mais tiveram personagens assassinados na faixa das 21h nos últimos 11 anos. Juntando as mortes já exibidas (7) com as previstas e divulgadas pela imprensa (3), a história acumula um total de 10 mortes intencionais.

A trama de Lurdes (Regina Casé) é a quarta com maior quantidade de assassinatos. De 2010 para 2021, 18 produções foram exibidas no horário das 21h. A recordista é A Regra do Jogo (2015), problemática história policial de João Emanuel Carneiro. 26 pessoas foram mortas – 12 delas (segundo a sinopse e de acordo com o conteúdo exibido) apenas na famosa Chacina de Seropédica, executada por Zé Maria (Tony Ramos).

Em segundo lugar, vem Insensato Coração (2011). Na produção, assinada por Gilberto Braga e Ricardo Linhares, 23 pessoas foram assassinadas ou perderam a vida por ação indireta de alguém. A terceira posição do ranking fica com A Dona do Pedaço (2019), de Walcyr Carrasco. 14 personagens foram executados na história de Maria da Paz (Juliana Paes), cuja primeira fase era pautada na briga de duas famílias de pistoleiros do Espírito Santo.