Caetano Veloso está processando uma internauta que o chamou de “macaco pedófilo” em suas redes sociais. Por causa da agressão, o cantor entrou na Justiça do Rio e pede indenização de R$ 30 mil para a farmacologista Maria Carla Petrellis, mulher que o xingou na web, por danos morais e injúria racial.

Segundo o colunista Ancelmo Góis, do jornal O Globo, os advogados de Caetano afirmam que a agressora feriu a moral do cantor, além dele ter sido vítima de racismo por parte da mulher, depois da publicação das ofensas nas redes sociais do artista em 2018.

Na ocasião, Maria Carla Petrellis respondeu uma publicação do cantor com um print de uma entrevista de Paula Lavigne, mulher de Caetano, para a Folha de S. Paulo, afirmando que a empresária manteve relações sexuais com o cantor quando tinha 13 anos, enquanto Caetano tinha 40.

“A prova do crime! Caetano Veloso macaco pedófilo!”, escreveu a farmacologista no Twitter à época. O NaTelinha procurou Maria Carla para comentar o assunto, mas ainda não obteve resposta da pesquisadora.

Fonte: UOL
Foto: Reprodução