Lucas Siqueira foi a penúltima contratação anunciada pelo Remo até o momento. Anunciado no último dia 12, ele completou nesta quinta-feira uma semana de treinamentos no Leão. Apesar de uma diferença de 15 dias para o restante do grupo, o volante afirma que terá condições de ser escalado por Mazola Júnior na partida contra o Águia de Marabá, que marcará a retomada do Parazão para o time, se assim o técnico desejar.

– A gente passou por um período de pandemia em que ficamos muito tempo sem treinar com o grupo. Estava treinando em casa, seguindo os protocolos, mas em casa é diferente. Esse período que já estou treinando aqui é de readaptação e estou indo muito bem. Estou pronto, se o professor Mazola já quiser contar comigo para o primeiro jogo estarei à disposição, porém tem uma programação de treinamentos que é importante a gente cumprir – salientou.

Canhoto, Lucas é volante de ofício, mas também é habituado a jogar na lateral-esquerda. Apesar de preferir a função na faixa central do campo, ele afirma que buscará dar seu máximo em qualquer posição que o treinador do Remo preferir escalá-lo.

– [Volante] É a função que estou mais adaptado, é onde gosto mais de jogar. Acredito que é onde eu produzo mais. E a lateral-esquerda é uma função que já tenho o hábito, estou adaptado a jogar também. Se o professor Mazola precisar de mim nessa função, também farei da melhor forma possível. Acredito que também posso ajudar na lateral – explicou.

Lucas Siqueira treina no Remo desde o dia 16 de julho — Foto: Samara Miranda/Ascom Remo

O reforço também contou que recusou propostas de clubes da Série B para assinar com Leão. A decisão ocorreu após conversas com Mazola Júnior.

– Conversei muito com o professor Mazola antes. Aqui a gente está com esse projeto de conquistar acesso, títulos e isso me motivou muito, não tenho dúvidas. Vim para um clube que está com pensamentos de conquistas, sem dúvida foi o que mais me motivou em vir para o Remo, por jogar competições importantes e por estar com pensamento e com estrutura para conquistar acesso e títulos, por isso vim – contou o volante.

Lucas Siqueira já conhece Belém e o clima da cidade já que esteve no Paysandu em 2016, ano que em atuou em 52 oportunidades com a camisa rival. Agora no lado azul-marinho da rivalidade, ele entende uma possível desconfiança da torcida.

– É uma situação atípica na minha carreira, primeira vez que está acontecendo isso [jogar em clubes rivais], mas faz parte do futebol. Há vários exemplos de atletas que fizeram isso, tenho respeito por todas as instituições, ainda mais as que já joguei, mas hoje defendo as cores do Remo e vou fazer de tudo para conquistar os objetivos do clube. Eu tenho que render dentro de campo o que o torcedor espera de mim.

“Estou me preparando bastantes nos treinos para, quando começar a competição, eu esteja o mais preparado possível, que a gente conquiste as vitórias, os resultados importantes. Com isso a torcida estará do meu lado, tenho certeza disso”

O jogador também revelou estar ansioso por disputar um Re-Pa novamente.

– É um dos clássicos mais tradicionais do país e já tive a oportunidade de jogar. Agora estou do lado do Clube do Remo. Tenho essa ansiedade, a gente sabe de toda a atmosfera que envolve o Re-Pa e sabe a responsabilidade que é um clássico como esse. Jogos assim que a gente gosta, que fazem uma semana diferente. Estou ansioso e, claro, querendo sair vencedor – concluiu.

Fonte: G1
Foto: Samara Miranda/Ascom Remo